Como construir uma marca pessoal sem ser chato

Muitos empreendedores sabem que devem construir uma “marca pessoal”, mas resistem a fazê-lo, temem que isso implique  em postar, no Instagram, fotos da vida perfeita que ainda não estão levando. Relaxe e seja você mesmo, descubra quem você é. 

02-camisetas-dia-dos-namorados-esse-cara-sou-eu-D_NQ_NP_856621-MLB20820949841_072016-F

Seja você mesmo, controle os eu perfil nas redes, aprenda com as pessoas como ela vêem você. Seja sua marca.

Felizmente, há outra maneira de fazê-lo, diz Cynthia Johnson, co-fundadora da agência de marcas Bell + Ivy em Los Angeles e Las Vegas, autora do novo livro “Plataforma: A Arte e Ciência do Personal Branding”, ela é uma influenciadora com 1,7 milhão de seguidores no Twitter.

Construir a marca pessoal passa por fazer parte de conversas em que você tem algo a acrescentar – para que você possa causar impacto, de acordo com Johnson.

“As pessoas começam a perceber, quando expõe suas ideias, que elas se tornam maiores do que o seu trabalho e passam a se importar mais em ter uma opinião e fazer parte do mundo; então coisas realmente incríveis começam a acontecer” Cynthia Johnson.

Os proprietários de microempresas podem criar uma marca pessoal que ajude seus negócios a crescer. “As vezes você precisa de uma oportunidade para tornar-se você mesmo”, diz Johnson.

No controle do seu perfil

Assuma o controle de sua presença online. Grandes plataformas, como Amazon, Facebook e Google, têm delineado seu perfil, quer você perceba ou não.

“É incrível o que as pessoas não sabem a respeito do que já está online sobre elas” Cynthia Johnson.

As informações dessas gigantes plataformas reúnem formas de como você aparece on-line para os outros, explica Johnson. Para retomar o controle sobre sua imagem on-line ela recomenda fazer login nessas contas e analisar o que elas dizem sobre suas preferências, preferência em relação a anúncios comerciais. Altere as preferências (ou desative a personalização de anúncios) se elas não refletirem o que você deseja que o mundo veja. (Caso você não tenha ideia de como fazer isso – isso era novo para mim -, o livro dela oferece instruções passo a passo). Isso, por sua vez, mudará a forma como você aparece para os outros nessas plataformas.

Considere como outras pessoas te apresentam. Muitos autônomos se perguntam se têm credenciais impressionantes o suficiente para construir uma marca pessoal e se preocupam se precisariam de mais um diploma universitário antes de começarem.

“Pensamos demais. Como seres humanos, tendemos a pensar que outras pessoas estão nos julgando, falando sobre nós e saberiam mais sobre nós do que realmente sabem.” Cynthia Jonhson

Para fugir disso, preste atenção em uma ou duas coisas com as quais a maioria das pessoas está familiarizada em relação ao seu trabalho, que mencionam quando apresentam você, aconselha Johnson. Assim você identifica rapidamente uma área na qual você pode criar uma marca pessoal, em torno de sua especialidade, diz ela.

Não espere para começar

Em última análise, sua marca pessoal é uma maneira de telegrafar para outras pessoas que você tem o material certo para lidar com os projetos que você se propõe a assumir. Quando você tem isso em mente, ela diz, “você pode superar o obstáculo de sentir que precisa completar tantas etapas diferentes para chegar lá”.

Torne-se uma fonte. Se, como muitos profissionais, você não estiver à vontade para destacar suas próprias ideias e opiniões, torne-se um curador de artigos de liderança de pensamento e de conteúdo relevante para seu público-alvo. Um bom exemplo, diz Johnson, é o boletim informativo Moz, que envia os melhores artigos sobre otimização de mecanismos de busca toda semana. “Você não precisa gastar horas escrevendo”, sugere ela.

Siga o dinheiro

Não sabe em quais tópicos se concentrar? “Siga o dinheiro”, aconselha Johnson. Por exemplo, se você sabe que custa US $ 50.000 por ano para obter um diploma de arte, compartilhe uma maneira de obter um diploma de arte que custe muito menos.

Vá para onde seu público está. Uma vez que você tenha clareza sobre sua marca pessoal, é fácil ficar sobrecarregado com todas as mídias sociais existentes e sentir que você deve postar em vários sites constantemente. Isso vai te distrair de administrar sua empresa.
“Escolha a plataforma com a qual você se sente mais confortável. Não tente estar em toda parte “, aconselha Johnson. “As pessoas perceberão o que você está fazendo.” Quando seus fãs começarem a perceber o que você está compartilhando, você ficará surpreso com quantas oportunidades começam a fluir em sua direção.

A autora

Elaine Pofeldt é autora do The Million-Dollar, uma empresa de uma pessoa (Random House, 2 de janeiro de 2018), um livro sobre como quebrar a barreira do US $ 1 milhão em receita em uma empresa composta apenas por proprietários.

Elaine Pofeldt Contribuinte Eu sou o autor de The Million-Dollar, uma pessoa de negócios, um livro da Random House olhando como os americanos todos os dias estão quebrando US $ 1 milhão em receitas em empresas sem empregados além dos proprietários. Um ex-editor sênior da revista Fortune Small Business, escrevi sobre empreendedorismo para publicações como Crain’s New York Business, Fortune, Money, Inc., CNBC e muitas outras. Eu também sou co-fundador da 200kfreelancer.com, uma comunidade para profissionais indie que procuram construir um negócio próspero.

Leia o artigo da revista Forbes fonte desta postagem clique AQUI.

Sobre Luciano Medina Martins

Journalist, blogger, activist against the abuses of states that violate citizens' rights. I don't write about one only topic, I like to interact with many different issues. No fake news here.
Esta entrada foi publicada em Behaviour, Branding, Comportamento, Cultura, marketing com as etiquetas , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.