A sombra da guerra é maior do que a tamanho do exército

fuzis-e1519881085373

Lutar na guerra contra Maduro? Tá tranquilo; tá favorável.

Um único porta aviões dos EUA tem mais jatos que toda a frota brasileira de jatos militares. O enorme território brasileiro é monitorado por um exército insignificante sob o ponto de vista militar quando comparado com exércitos de países desenvolvidos . Os prenúncios de uma guerra com participação internacional e com contornos petrolíferos na vizinha Venezuela no mínimo deveria acender a lâmpada vermelha dos que pensam segurança e soberania. Os nosso militares, que estão em um momento de alta na política nacional devem estar se perguntando: qual as chances de Brasil em qualquer guerra, mesmo num conflito contra países debilitados pela corrupção como a Venezuela?

A melhor saída, sob o ponto de vista do oportunismo da Lei de Gerson seria fazer os EUA investirem no exército Brasileiro, o que é possível mas improvável. O conflito Venezuelano seria ainda muito menos letal para os soldados Brasileiros, a participarem do enfrentamento a Maduro, do que a guerra contra o narcotráfico nacional, e teríamos mais chances de ganhar, pois o narcotráfico tem mais apoio da população no Brasil do que 10 regimes de Maduro.

A pior de todas as constatações ao olhar para o universo das guerras brasileiras do século 21 é que a guerra contra as drogas no Brasil, que começou no século 20, foi perdida várias vezes. Nossos PMs a cada ano matam e morrem mais do que exércitos em conflitos como o Israelense Palestino.

A luta pela paz do Batalhão de Suez, “Os Boinas Azuis da Paz”, que ganharam o prêmio nobel da paz em 1988 continuam sendo a melhor referência para o militarismo Brasileiro em conflitos internacionais, que reforça nossa vocação pacifista nas terras dos outros sob a sombra da triste e negada derrota na guerra civil brasileira por pontos de venda de drogas.

Luciano Medina Martins | jornalista

Sobre Luciano Medina Martins

Journalist, blogger, activist against the abuses of states that violate citizens' rights. I don't write about one only topic, I like to interact with many different issues. No fake news here.
Esta entrada foi publicada em guerra, política, Venezuela com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.